terça-feira, 13 de dezembro de 2011

O DOSSIÊ DE ALDERICO CAMPOS


O blogueiro Edgar Ribeiro caiu em campo, investigou, investigou e achou peças que depois de montadas formam este dossiê. Vamos então aos fatos encontrados:

1º FATO: - O irmão de ALDERICO CAMPOS, Flavio Campos foi preso em 2008 pela PM no dia da eleição de posse de dezenas de títulos de eleitor. Este fato gerou um processo de cassação de ALDERICO e também do vereador Júnior do Mojó. 

Os dois foram cassados, mas continua nos cargos cometendo crimes, o primeiro cometendo crimes descumprindo ordens judiciais e associação com Bia Venâncio, o segundo está foragido por acusação de participação em crime de morte de um empresário.

2º FATO: - ALDERICO CAMPOS recorreu da sua cassação para o TRE-MA, que tinha como Presidente a Desembargadora Nelma Sarney.

3º FATO: - O TRE-MA manteve por unanimidade a cassação de ALDERICO CAMPOS e mandou tornar sem efeito a liminar que o mantinha no cargo.

4º FATO: - ALDERICO CAMPOS recorreu de novo alegando que o relator do processo não tinha competência para relatar seu caso e apresentou 3 petições dirigidas a Nelma Sarney como presidente do TRE-MA. Nestas petições ALDERICO CAMPOS tenta desclassificar a juíza que o afastou, relatando o sumiço e extravio de documentos no Cartório da 93ª Zona Eleitoral que estavam sob a guarda da Chefa do Cartório Eleitoral a Sra. DÓRIS DAY, que recebeu os documentos em 30.01.2009. 

Agora preste atenção nisto:

1 – As notícias da época dão contas que os títulos apreendidos nos dia da eleição eram clonados e que tal clonagem teria ocorrido no Cartório Eleitoral onde DORIS DAY era chefe;

2 - Provas que estavam sob a guarda da Sra. DORIS DAY, serventuária da justiça eleitoral “sumiram” ou “foram extraviadas”;

3 – Em seguida ALDERICO CAMPOS pede exatamente as provas que “sumiram” ou “foram extraviadas”. A juíza do caso se desespera, procura, procura, mais não acha;

4 – ALDERICO CAMPOS, por sua vez recorre à Nelma Sarney pela via legal e comunica o fato. A desembargadora em seu despacho manda bronca pra cima da inocente juíza e mandando o caso para a Corregedoria Eleitoral, ficando suspenso o processo;

5 – Com isto ALDERICO CAMPOS ficou tranqüilo se preparando para a próxima manobra;

6 – E a Sra. DORIS DAY como ficou? também está “tranqüila”. Foi retirada da Chefia do Cartório da 93ª Zona Eleitoral, mas em compensação passou no concurso de Paço do Lumiar para o Cargo de Agente Administrativo e também ganhou um cargo de Oficial de Gabinete e Coordenadora Parlamentar no Gabinete do Deputado EDILÁZIO JÚNIOR;

7 – E o que tem o Deputado EDILÁZIO JÚNIOR a ver com isto? Tem tudo a ver. ALADERICO e seu irmão FRED CAMPOS e BIA VENÂNCIO são unha e carne com EDILÁZIO JUNIOR, que por sua vez é genro de NELMA SARNEY, que por sua vez é desembargadora e concedeu liminar para ALDERICO e BIA permanecerem no cargo. Veja este comentário no Blog Moreira Neto (http://www.moreiraneto.com/2011/02/alderico-cassado-campos-bia-chupancio.html):

jair disse...
É meu caro realmente todos são farinha do mesmo saco, mais vou te dar uma informação que talvez você não saiba mais que vou revelar agora a você e seus leitores, o cassado mais até agora vereador (pior, presidente da câmara Alderico Campos), há muito tempo vem tendo ajuda da “Justiça” do Maranhão, na verdade essa ajudinha vem da época da eleição de seu também pilantra irmão Fred Campos, pois na época foi transferida para o TRE local a chefe de cartório Dóris que é ligada ao prefeito de Caxias Humberto Coutinho que é seu padrinho político, Dóris já nessa época clonava títulos para ajudar o então desconhecido Fred Campos que assim foi eleito com a maior votação da historia de paço do Lumiar, quase 1000 votos, logo depois com mais votos clorados graças à ajuda de Dóris eles deram mais ou menos 1600 votos a dep. Cleide Coutinho em um município onde ninguém a conhecia e assim como Fred ela praticamente não fez campanha, bom mais o caso é que Dóris continuou o seu trabalho de clonagem para assim assegurar a eleição de Alderico assim como a eleição de Fred Campos a vice na chapa de Carmen Aroso, para isso Alderico recebeu uma carga de mais de 2000 títulos e seria o campeão de votos o que iria tornar ele um forte candidato a eleição de presidente da câmara de vereadores, mais para o plano ficar completo alguns outros candidatos do interesse deles também receberam desses títulos em média 200 a 250 títulos cada, esses votos seriam sempre casados com a candidata Carmen Aroso, logo garantiriam não só a eleição de Alderico mais também a vice prefeitura a Fred Campos, tudo perfeito não fosse o lerdo do irmão caçula ser preso com a boca na botija, mesmo assim Alderico foi o campeão de votos com pouco mais de 1300 votos, mais Carmen é tão ruim de voto que mesmo com todos os votos fantasmas que teve ficou em terceiro junto com Fred Campos e Alderico se mantém no cargo mais com toda essa dor de cabeça, quanto a esse vereadores que hoje bajulam Alderico, todos receberam desse títulos falsos, vou citar alguns vereadores e outros que não conseguiram a eleição mais que também foram beneficiados com esses títulos: Jorge Marú, Zé Gomes, José Itaparandi, Fernando Muniz, Orleth Mafra, Charuto, Raimundo Careca, entre alguns que mesmo com a ajuda desses títulos não conseguiram se eleger estão Rogério Aroso, aquele moleque da Casa Branca na vila São José que eu não lembro o nome e pasmem até a suplente que está reivindicando uma vaga a senhora Graça Privado, quanto a senhora Dóris Day esta sendo investigada pela Policia Federal e foi demitida do TRE-MA. 11 de fevereiro de 2011 19:47.

5º FATO: - ALDERICO continuou com suas manobras jurídicas, apresentando uma série de recursos, mas todos foram rejeitados pelo TRE-MA.

6º FATO: – Mas, a Desembargadora Nelma Sarney, então presidenta do TRE-MA, suspendeu por meio de liminar o processo cassação de ALDERICO CAMPOS até que o mérito fosse julgado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). No mesmo erro caminhou o Desembargador Raimundo Freire Cutrim que ao despachar nos autos da PET Nº 410319 – MA, também manteve  ALDERICO no cargo, suspendendo a tramitação do recurso no TRE-MA.

7º FATO: - MARIA DA GRAÇA OLIVEIRA PRIVADO, suplente de ALDERICO CAMPOS reclama para o TSE e o então Ministro RICARDO LEWANDOWSKI presidente daquela corte concede liminar cassando a decisão de Raimundo Cutrim. O Ministro disse:“o Presidente do TRE/MA usurpou a competência da Presidência do Tribunal Superior Eleitoral em conceder ou não efeito suspensivo ao recurso extraordinário interposto”.


Este caso já chegou ao conhecimento até da OEA em denúncia formulada pela suplente do Vereador Cassado Alderico Campos. É uma vergonha para nossa justiça e nosso país.

8º FATO: A empresa Qualitech Engenharia Ltda da qual ALDERICO CAMPOS é Sócio Administrativo, construiu ou está construindo vários fóruns para o TRE-MA, incluindo o de Paço do Lumiar aonde ALDERICO CAMPOS, embora cassado, é Presidente da câmara de vereadores.

1 - Em Paço do Lumiar, a obra foi orçada em $ 793.968,04.

Contrato nº 47/2009. Proc. nº 28167/2009. Objeto: Serviço de construção do Fórum Eleitoral de Paço do Lumiar/MA. Contratante: A União, representada pelo Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão. Contratada: Qualitech Engenharia Ltda. (CNPJ: 69.388.361/0001-53). Valor: R$ 793.968,04 Empenho: 2009NE001133. Dotação: 44.90.51 Obras e Instalações (Construção do Cartório Eleitoral do Município de Paço do Lumiar). Vigência: 04.01.2010 a 03.01.2011. Data de Assinatura: 30.12.2009. Signatários: Des. Raimundo Freire Cutrim, Presidente do TRE-MA e o Sr. Alderico Jefferson Abreu da Silva Campos, Sócio Administrativo.

2 – São Bento, a obra foi orçada em R$ 858.447,37.

Contrato nº 48/2009. Proc. nº 34.752/2009. Objeto: Serviço de construção do Fórum Eleitoral de São Bento/MA. Contratante: A União, representada pelo Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão. Contratada: Qualitech Engenharia Ltda. (CNPJ: 69.388.361/0001-53)Valor: R$ 858.447,37 Empenho: 2009NE001205. Dotação: 44.90.51 Obras e Instalações (Construção do Cartório Eleitoral do Município de São Bento). Vigência: 04.01.2010 a 03.01.2011. Data de Assinatura: 30.12.2009. Signatários: Des. Raimundo Freire Cutrim, Presidente do TRE-MA e o Sr. Alderico Jefferson Abreu da Silva Campos, Sócio Administrativo.

3 – Para cada contrato consta um aditivo alterando a modalidade de garantia. O blog vai verificar todos os contratos para verificar que alterações são estas. Alguns extratos de contratos foram encontrados:

4 – Um contrato com a Secretaria de Educação do Estado com dois aditivos simultâneos. O TCU e o MPF precisam da uma olhada.

SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO
RESENHA DE TERMO ADITIVO  . PRIMEIRO TERMO ADITIVO AO CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS Nº 128/2009 PARTES: O Estado do Maranhão, por intermédio da Secretaria de Estado da Educação, e a Firma Qualitech EngenhariaLtda. CLÁUSULA PRIMEIRA- DO OBJETO: Fica prorrogado por 60 (sessenta) dias a sua vigência e execução do referido instrumento, contados a partir da nova Ordem de Reinicio. CLÁUSULA SEGUNDA: Fica acrescida ao valor do Contrato a importância deR$ 153.864,70 (cento e cinqüenta e três mil e oitocentos e sessenta e quatro reais e setenta centavos) correspondente a 20,54% (vinte inteiros e cinqüenta e quatro por cento) sendo o valor global alterado para R$ 902.764,70 (novecentos e dois mil e setecentos e sessenta e quatro reais e setenta centavos), conforme justificativas constantes do Processo nº 10952/2010. CLÁUSULA TERCEIRA: A despesa referente aos serviços aditivados será custeada pela seguinte dotação: UO: 17.101; Atividade: 3008; Fonte: 0109 (S.E); ND: 44.90.51; Item: 51.008; PI: CONSTRUÇÂO. CLÁUSULA QUARTA: Permanecem em vigor as demais cláusulas contratuais não modificadas pelo presente instrumento. DATA DE ASSINATURA: 19 de setembro de 2011. LEGAL: Lei Federal nº 8.666/93 e Processo n.º 10952/2010-SEDUC. FORO: Comarca de São Luís-MA. ASSINATURAS: João Bernardo de Azevedo Bringel e Flávio Henrique Silva Campos. ARQUIVAMENTO: Pasta nº 001/2011, sob nº 262, em 20/09/2011, Superintendência de Assuntos Jurídicos/ SEDUC. MARIA BENILDE TEIXEIRA - Superintendente de Assuntos Jurídicos, em exercício/SEDUC

RESENHA DE TERMO ADITIVO  . SEGUNDO TERMO ADITIVO AO CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS Nº 128/2009. PARTES: O Estado do Maranhão, por intermédio da Secretaria de Estado da Educação, e a Firma Qualitech EngenhariaLtda. CLÁUSULA PRIMEIRA- DO OBJETO: Fica prorrogado por 60 (sessenta) dias a vigência e execução do referido instrumento, contados a partir da nova Ordem de Reinicio. CLÁUSULA SEGUNDA: Fica acrescida ao valor do Contrato a importância deR$ 128.999,39 (cento e vinte e oito mil e novecentos e noventa e nove reais e trinta e nove centavos), correspondente a 17,23% (dezessete inteiros e vinte três por cento) sendo o valor global alterado para R$ 877.499,39 (oitocentos e setenta e sete mil e quatrocentos e noventa e nove reais e trinta e nove centavos), conforme justificativas constantes do Processo nº 9842/2010. CLÁUSULA TERCEIRA: A despesa referente aos serviços aditivados será custeada pela seguinte dotação: UO: 17101; Atividade: 3008; Fonte: 0109 (S.E); ND: 44.90.51; Item: 51.008; PI: CONSTRUÇÂO. CLÁUSULA QUARTA: Permanecem em vigor as demais cláusulas contratuais não modificadas pelo presente instrumento. DATA DE ASSINATURA: 19 de setembro de 2011. LEGAL: Lei Federal nº 8.666/93 e Processo n.º 9842/2010-SEDUC. FORO: Comarca de São Luís-MA. ASSINATURAS: João Bernardo de Azevedo Bringel e Flávio Henrique Silva Campos. ARQUIVAMENTO: Pasta nº 001/2011, sob nº 263, em 20/09/2011, Superintendência de Assuntos Jurídicos/ SEDUC.MARIA BENILDE TEIXEIRA- Superintendente de Assuntos Jurídicos, em exercício/SEDUC
5 – Mais contratos a serem analisados. As datas não batem.

RESULTADO DE JULGAMENTO
TOMADA DE PREÇOS N 1/2011
A Comissão Permanente de Licitação do TRE/MA, em reunião no dia 14 de julho de 2011, para análise da proposta de preços apresentada na Tomada de Preços nº 01/2011, cujo objeto é a contratação de empresa para execução da obra de construção do Fórum Eleitoral no município de São Mateus, decidiu classificar a empresa Qualitech Engenharia Ltda., com o valor de R$ 417.340,04 (quatrocentos e dezessete mil trezentos e quarenta reais e quatro centavos).
                    São Luis/MA, 14 de julho de 2011.
                           FÁBIO LEAL BARBOSA
                   Presidente da Comissão Substituto




9º FATO: - A ficha de ALDERICO levantada por este blog é de deixar qualquer um estarrecido:

- Foi eleito comprando votos (Responde a Ação Penal nº 35)

- Declarado inadimplente pelo TCE-MA por não prestar contas do exercício de 2009 (Res. 157);

-Responde Ação por Improbidade Administrativa (Proc. 93722010).

- Mantém relações mercantis com a corte eleitoral do Maranhão - TRE (Contratos 47/2009 e 48/2009);

 - Recusou-se a cumprir uma decisão do presidente do STF, ministro Cezar Peluso, que mandara devolver para a prefeitura R$ 700 mil ilegalmente liberados por NELMA SARNEY;

- O advogado de Alderico que pediu a liberação do dinheiro junto à Nelma Sarney, logo em seguida passou a ser o Procurador Geral do Município, ficando o ente municipal desprotegido e sem ter quem o defendesse, levando um prejuízo de R$ 700.000,00;

-É contumaz no desacato de ordens judiciais;

-Não dá satisfação à qualquer solicitação de cidadãos que vise apurar os desvios de recursos feitos pela Prefeita Bia Venâncio, sua aliada incondicional. Estão protocolados com ele os seguintes pedidos de afastamento da Prefeita: 067/10, 068/10, 098/11 e 099/11 sem nenhuma satisfação;

-Comentam que ele não respeita as leis, não respeita os cidadãos, aposta na impunidade OU nos amigos da Corte;

- Trama para assumir o cargo de prefeito caso a prefeita seja cassada. Isto envolve afastar o Vice-Prefeito de qualquer jeito;

- Até pedido de cidadão do Município para ver prestação de contas é recusado:

4 comentários:

  1. Rilton, muito boa essa denúncia, mostra o quanto o Judiciário Maranhense esta desmoralizado e subserviente.
    Sugiro que faças uma matéria sobre os imóveis novos recém adquiridos de Alderico no Sítio Grande e na estrada da Maioba.
    Chácara no Sítio Grande,
    Mansão no Sítio Grande,
    02 Terreno, para construir Condomínios no Sítio Grande,
    Galpão Gigante na estrada da Maioba,
    Prédio no Maiobão e etc...
    É não ter onde colocar tanto dinheiro que esses investimentos estão em nome de laranjas.

    ResponderExcluir
  2. que seja quebrado todos os sigilos e todas as portas se fechem pra esses bandidos que enriqueceram com dinheiro público e que sejam presos.

    ResponderExcluir
  3. o sócio e amigo desse alderico em suas empreitadas suspeitas é o meliante junior de mojó.eta dupla.puliça neles.

    ResponderExcluir