terça-feira, 29 de novembro de 2011

VENDA DE SENTENÇAS NO TJMA? NÃO POSSO ACREDITAR! ISTO É SÉRIO E REQUER IMEDIATO PEDIDO DE INTERVENÇÃO DO CNJ.

Não se trata de boatos, são fatos e contra fatos não há argumentos. Leia com atenção o que informaremos abaixo.

Os blogs vem publicando informações dos vereadores aliados e do grupo da Bia Aroso que a ex-prefeita voltaria ao cargo pela 3ª vez por liminar que teria sido acertada. A decisão é dada como certa, inclusive ontem a noite (segunda-feira: 28/11/2011) carros de som alugados noticiavam sem nenhuma reserva o retorno de Bia Aroso ao cargo.

O Processo que recebeu o Número 32923/2011 já se encontra no Gabinete da Desembargadora Raimunda Bezerra, contendo também um anexo de pedido de Suspeição da desembargadora, solicitado pelo Vice-Prefeito, que está no processo como terceiro prejudicado. 

A desembargadora ainda não deu nenhum despacho, mas já circula informações em reuniões do Grupo da Ex-Prefeita dando conta até do conteúdo de uma suposta liminar concedida por esta desembargadora.

Algumas dessas reuniões foram flagradas e consistiam em acertos para a obtenção da citada liminar e tramas para não empossar o Vice-Prefeito, incluindo ainda uma tentativa de afastá-lo, assumindo o Presidente da Câmara Alderico Campos.

Já se passam 5 dias que este senhor ALDERICO CAMPOS se nega a cumprir uma decisão judicial da justiça Maranhense sem sofrer nenhum incômodo, sem nenhuma punição. O mesmo já desafiou até mesmo o Presidente do STF, descumprindo uma decisão do ministro. 

Este senhor ALDERICO CAMPOS foi cassado pela justiça eleitoral em todas as instâncias, mas continua no cargo por conta de manobras e conivência da justiça maranhense que, com raras exceções, tem seus membros e magistrados criticados por posturas imorais, que vão da corrupção a outros crimes de natureza administrativa.

Ontem (segunda-feira: 28/11/2011) este senhor ALDERICO CAMPOS teve novamente um recurso seu negado pelo TER-MA, mas continua armando para se manter no cargo de vereador e ainda por cima desacatando uma decisão judicial e debochando da população do Município de Paço do Lumiar – Ma. Também pudera, num estado falido em que toda segurança pública está em greve, a fragilidade do judiciário fica ainda mais à mostra.

VEJA AS TRAMAS DETECTADAS: (CLIQUE AQUI)

Nenhum comentário:

Postar um comentário