quinta-feira, 29 de setembro de 2011

COMEÇOU A LIMPEZA EM PAÇO DO LUMIAR: ALIADOS DE ALDERICO CAMPOS, EDILÁZIO JUNIOR e BIA VENANCIO FORAM PRESOS A POUCO PELA PF

A Operação Duas Caras, da Polícia Federal em conjunto com o Ministério da Previdência Social e o Ministério Público Federal, prendeu 11 suspeitos na manhã desta quinta-feira (29) de envolvimento em uma fraude estimada em R$ 16,5 milhões em benefícios do INSS.

A Força-Tarefa Previdenciária está cumprindo 14 mandados de prisão temporária e 18 de busca e apreensão, expedidos pela 1ª Vara Criminal da Seção Judiciária Federal do Maranhão, requeridos pela Polícia Federal, com parecer favorável da Procuradoria da República, nesses municípios.
Estão envolvidos na operação 93 policiais federais e 15 técnicos deslocados pelo Ministério da Previdência Social de Brasília.
O nome da operação foi escolhido em alusão ao grande número de documentos falsos utilizados pelos quadrilheiros, com modificação de dados pessoais dos beneficiários, especialmente a profissão e endereço, para a obtenção de benefícios fraudulentos junto ao INSS.
Os supostos beneficiados eram cadastrados pelos órgãos nas cidades citadas e o INSS de São José de Ribamar era acionado. Lá, as pessoas eram cadastradas para receberem o benefício. De acordo com a PF, muitas pessoas recebiam um valor retroativo, que era repassado aos envolvidos no esquema. Depois os beneficiados recebiam valores normalmente como se fossem aposentados.

Quando o suposto benefiário não tinha direito a retroativo, a quadrilha cobrava um valor. Um empréstimo era feito e pago com o valor recebido mensalmente, com desconto em folha. A estimativa é que cerca de 600 pessoas receberam o beneficio indevidamente e que foram desviados cerca de R$ 16 milhões em quatro anos. 

Apreensão 


A Polícia Federal apreendeu seis veículos em poder dos envolvidos. Em dinheiro foram apreendidos cerca de R$ 330 mil na casa de três pessoas, sendo que R$ 240 mil somente na casa de uma. 

Prisões
Dos 14 mandados expedidos, 11 pessoas foram presas. Em São Luís foram quatro, três em Paço do Lumiar e três em Ribamar. Destas 11, quatro trabalham para o INSS e as outras são envolvidos no esquema.Entre os presos estão: a presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Icatu e o presidente da Colônia de pescadores de Paço do Lumiar.
Da esquerda pra direita Domingos Gomes de Sousa (Babão) Antônio B. Frazão Alves
(Antônio Cachorão)aliados políticos da prefeita Bia Venâncio  do vereador cassado Alderico Campos e do deputado estadual  Edilázio Junior



Das três pessoas que foram presas em Paço do Lumiar duas tratam-se de Domigos ''BABÃO" e ANTONIO CACHORÃO, aliados politicos da prefeita Bia Venâncio  do vereador cassado Alderco Campos e do deputado estadual  Edilázio Junior, daqui a pouco estaremos colocando a relação  completa dos nomes. Aguardem!

4 comentários:

  1. PAÇO DO LUMIAR TEM TUDO QUE SE IMAGINA, E AGORA ESSA QADRILHA APATRILHADA POR ALDRICO ROUBANDO OS APOSENTADOS.

    ResponderExcluir
  2. Rapaz acabaram coma mina de votos de Alderico Campos, agora eu quero ver como esse vagabundo vai se vira.

    ResponderExcluir
  3. Como eu não sou baú, vou dizer o que me falaram, seu alderico campos estava pedindo para essa quadrilha aposenta algumas pessoas em troca de votos, agora a policia federal poderia fazer uma visitinha a ele

    ResponderExcluir
  4. estão comentando que um funcionario do INSS que e filiado ao partido do ex candidato a prefeito policial Josemar, tambem esta envolvido ate o pescoço e que o mesmo mora no Tambau.

    ResponderExcluir