quinta-feira, 27 de janeiro de 2011

Menor brasileira teria participado de festas de Berlusconi

Segundo informações que vazaram dos documentos da Promotoria de Milão enviados ao Parlamento italiano, na agenda da brasileira, hoje com 19 anos, havia oito horários marcados com o primeiro-ministro

Uma segunda menor, e brasileira, teria participado das festas do primeiro-ministro da Itália, Silvio Berlusconi, de acordo com vazamentos do segundo sumário de investigações sobre a vida particular do governante que a Promotoria de Milão enviou ao Parlamento italiano. Trata-se de Iris Berardi, que hoje tem 19 anos, com a qual foram encontrados 40 mil euros e várias joias durante uma batida policial em sua casa.

Cerca de 30 ligações registrados no celular dela para a residência de Berlusconi em Arcore (próximo a Milão) e outra ao Porto Rotondo (Sardenha) em 2009, quando a brasileira ainda era menor de idade, são o indício de que ela frequentava a casa do primeiro-ministro, diz o jornal "Repubblica".

A Promotoria de Milão encontrou na agenda da garota o telefone de Berlusconi, oito horários marcados com o primeiro-ministro – ao qual chamava de "papa" – e uma lista de somas de dinheiro recebidas.

As 227 novas folhas de documentos sobre o caso Ruby que a Promotoria de Milão entregou ao Parlamento italiano revelam os generosos presentes que as meninas que compareciam às festas de Silvio Berlusconi supostamente receberam do primeiro-ministro da Itália.

A imprensa italiana revela nesta quinta-feira parte do conteúdo desses novos documentos enviados à Câmara Baixa pela Promotoria de Milão para que autorize uma inspeção do escritório do contador de Berlusconi, de grande importância para o caso.

Fonte: Redação Época, com Agência EFE.

Nenhum comentário:

Postar um comentário