quinta-feira, 27 de janeiro de 2011

Matrículas dos aprovados no Sisu começam nesta quinta.

Estudantes têm três dias para efetuar o cadastro nas instituições de ensino

Começam nesta quinta-feira as matrículas para os estudantes aprovados no Sistema de Seleção Unificada (Sisu). Os interessados poderão também efetuar a matrícula na sexta-feira e na próxima segunda. No total, 82.949 candidatos foram aprovados nesta primeira chamada.

Já a segunda chamada será conhecida no dia 4 de fevereiro, com matrículas entre os dias 8 e 9. A terceira e última chamada sairá no dia 13 de fevereiro. O período entre 15 e 16 será reservado para matrículas. Aqueles que ficarem na lista de espera deverão demonstrar interesse na vaga entre os dias 13 e 17 de fevereiro. Ao fim das três chamadas, em caso de vagas ainda não ocupadas, as instituições, a critério de cada uma, convocarão os candidatos a partir da lista de espera elaborada pelo sistema do Sisu.

Criado em 2009, o Sisu unifica a oferta de vagas em instituições públicas de ensino superior. Os estudantes são selecionados a partir da nota obtida no Enem em três chamadas subsequentes. Nesta edição, serão oferecidas 83.125 vagas em 83 instituições, sendo 39 universidades federais. Só puderam participar do processo de seleção os estudantes que realizaram o Enem 2010.

Os estudantes podem verificar a documentação necessária para a matrícula no boletim individual do aluno, disponível no sistema, e no próprio estabelecimento de ensino.

O Ministério da Educação divulgou nesta quinta-feira a relação candidato/vaga do Sisu. O curso mais concorrido foi o de administração no Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais (Cefet-MG). Cerca de 5.200 inscritos disputaram apenas oito vagas, o que equivale a uma média de 649,8 candidatos por vaga. O resultado do Sisu, com a relação de selecionados, foi divulgado no domingo.

Os cursos com maior número de candidatos inscritos foram os de bacharelado em ciência e tecnologia da Universidade Federal do ABC (UFABC); de direito na Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ); de medicina nas universidades federais do Ceará (UFC) e de Pelotas (Ufpel), e de administração, na Universidade Federal de São Paulo (Unifesp).

Nenhum comentário:

Postar um comentário