.

.

quarta-feira, 27 de abril de 2016

Homem é executado e sua filha, de 4 anos, leva dois tiros no Bairro de Fátima em São Luís.

Mais um crime de execução foi registrado no inicio da tarde desta quarta–feira (27), no bairro de Fátima, na Rua Deputado João Henrique. As vítimas foi o elemento identificado como Rafael Ferreira do Nascimento, de 24 anos, que morreu no local, e sua filha, de 4 anos, Bianca Rafaela Ferreira Nascimento, que levou dois tiros e se encontra internada no Hospital Socorrão I, em estado grave.

A vitima estava com sua filha em uma bicicleta a caminho da casa da avó, quando foi abordado por homens em um veículo não identificado, que dispararam varias vezes contra a vítima, os tiros também atingiram a criança no peito e na perna.

O pai teve morte instantânea e a garotinha foi levada às pressas para o hospital Djalma Marques. Os criminosos, após o crime, tomaram rumo ignorado. A polícia esteve no local fazendo os primeiros levantamentos, mas até o momento nenhuma informação dos atirados e a motivação do crime.

Segundo informações, Rafael teria envolvimento com tráfico de drogas na região, o que pode está relacionado com o crime. O corpo foi periciado e removido para o IML.

Linhas do Expresso Metropolitano transportam cerca de nove mil pessoas por dia na capital maranhense.

Linha do Expresso Metropolitano é um sucesso entre os usuários
Veículos novos, cadeiras acolchoadas, ar condicionado, elevadores e rapidez. Há quase dois meses que essa é a realidade do transporte semiurbano que liga os municípios de Paço do Lumiar e Raposa a São Luís. O Expresso Metropolitano, linha ofertada pelo Governo do Estado, por meio da Agência Estadual de Transporte e Mobilidade Urbana (Mob), também atende ao município de São José de Ribamar, desde agosto do ano passado. 

Além de mais confortáveis, as viagens entre os municípios que compõem a Região Metropolitana de São Luis, agora também estão mais rápidas. Com a nova linha, o trajeto que sai do Porto da Raposa e vai até o Terminal de Integração da Beira Mar, em São Luis, leva cerca de 30 minutos, dependendo do horário, para realizar todo o ciclo de ida e volta entre os dois pontos. Com pontos de parada mapeados para dar fluidez e agilidade às viagens, o serviço é oferecido com o preço fixo de R$ 3,10, para qualquer um dos mais de trinta veículos que compõem as três linhas.

O presidente da Agência Estadual de Transporte e Mobilidade Urbana, José Artur Cabral, afirma que a medida veio para sanar uma antiga preocupação do Governo do Estado: a segurança e a comodidade dos passageiros que precisam se deslocar diariamente pelos municípios da Região Metropolitana. “Hoje o Expresso Metropolitano conta com 90% de aprovação dos usuários porque atende aos anseios por agilidade e segurança que um transporte deve oferecer”.

Ana Nery, moradora da Raposa, diz que o deslocamento até o centro de São Luís agora é feito de maneira bem mais confortável
Como é o caso de Ana Nery, moradora da Raposa, que precisa se deslocar todos os dias para o trabalho que fica no centro de São Luís. “Agora a gente vai mais confortável, com ar condicionado. Muito diferente das outras linhas que tem muito calor e demoram mais a chegar nos pontos”.

Além do conforto, a escolha pelo transporte público também representa uma melhor trafegabilidade nas áreas atendidas. Muitos usuários optam pela linha, também, para fazer trajetos menores. “Estava na parada e o ônibus passou logo. Ainda não conhecia essa nova linha, mas gostei muito”, disse a auxiliar de enfermagem, Jaqueline Reis.

Segundo dados da Mob, pelo menos nove mil passageiros usam as três linhas do Expresso Metropolitano diariamente, o que colabora para a extinção do transporte clandestino na região. “Nós percebemos que o número de veículos não autorizados fazendo as rotas diminuiu consideravelmente já que a demanda por esse transporte só existia pela carência de coletivos que realizassem os trajetos”, afirmou o presidente da Mob.

O músico Leonardo Sousa, que usa o transporte diariamente, diz que a opção é mais cômoda e ágil
Para o músico Leonardo Sousa, que usa o transporte diariamente, a opção é mais cômoda e ágil. “Antes ficava muito tempo só esperando o ônibus, agora espero menos tempo no ponto e ainda aproveito o conforto da viagem”.

Aplicativo
Para garantir agilidade, a Linha Expressa Metropolitana trabalha com pontos de parada fixos e monitoramento remoto por GPS, tecnologia que permite ao usuário saber, por meio do aplicativo ‘Meu Ônibus MOB’(disponível para Android), em qual horário o ônibus passará por determinado ponto de parada.

As linhas de São José de Ribamar e Paço do Lumiar já tem 100% dos pontos de parada identificados e a até o início de maio, os pontos da linha Raposa também estarão mapeados e disponíveis no aplicativo.

Linha Expressa Imperatriz
O governador Flávio Dino anunciou que a cidade de Imperatriz também terá uma linha Expresso Metropolitana, ligando a cidade aos municípios de João Lisboa e Senador La Rocque. A Linha Expressa da região tocantina seguirá o modelo de sucesso das linhas da Região Metropolitana da capital, oferecendo veículos climatizados, com assentos acolchoados e elevadores que garantam acessibilidade aos cadeirantes.

A ação faz parte do processo de interiorização que a Mob vem implementando para atender as demandas do transporte coletivo, inicialmente, das maiores cidades do Estado.

Além da linha de Imperatriz, também já consta em nosso planejamento a Linha que ligará as cidades de Rosário e Bacabeira a São Luís, também correspondendo a área da região metropolitana da cidade”, completa Artur Carvalho.

PEC que exige diploma de ensino superior para candidatos tem apoio de 190 deputados.

Proposta estabelece obrigatoriedade para qualquer cargo eletivo

Não há chances de o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva voltar à Presidência da República em 2019, se depender da vontade de 190 deputados, entre eles nove do PT, como o ex-presidente da Câmara Marco Maia (RS) e o ex-líder do partido Sibá Machado (AC). Esses parlamentares apoiam uma proposta de emenda constitucional (PEC) que estabelece a obrigatoriedade de ter um diploma de ensino superior para se candidatar a qualquer cargo eletivo, de vereador a presidente.

A PEC, apresentada em 15 de março deste ano, tem como autor o deputado Irajá Abreu (PSD-TO), filho da ministra da Agricultura, Kátia Abreu, uma das principais aliadas da presidente Dilma Rousseff dentro do PMDB. O próprio Irajá foi um dos poucos parlamentares do PSD a votar contra o impeachment na Câmara. A PEC abre apenas uma exceção: quem já é senador, vereador ou deputado federal, estadual ou distrital e não possui ensino superior poderia se candidatar novamente ao mesmo cargo. Assim, caso aprovada, a PEC impediria outras candidaturas, como a eventual tentativa de Lula, que não tem diploma universitário, de se tornar presidente novamente na eleição de 2018.

Para tramitar na Câmara, a proposta precisa do apoio de pelo menos um terço dos deputados, ou seja, 171. Ao todo, 190 deputados de 23 partidos apoiaram a PEC. Destaque para o PMDB, com 37 assinaturas. Em seguida aparecem PSD e PP, com 19 cada. Depois vêm PR (16), PSDB (11), PDT (10), PRB (10) e PTB (10). O PT, partido de Lula e de Dilma, é o próximo, com oito apoios: Gabriel Guimarães (MG), Marco Maia (RS), Rubens Otoni (GO), Sibá Machado (AC), Valmir Assunção (BA), Valmir Prascidelli (SP), Vicente Cândito (SP) e Zé Geraldo (PA).

No texto entregue junto com a proposta, em que justifica a necessidade de aprovar a PEC, Irajá não cita o caso de Lula. Ele argumenta que procura "estabelecer um patamar superior para aqueles que tenham a intenção de concorrer a cargos eletivos, que devem ter, na busca de soluções dos problemas nacionais de forma duradoura, uma visão mais profunda da realidade brasileira, o que a disponibilidade de conhecimentos integrados por uma visão acadêmica pode propiciar com maior efetividade".

Irajá destaca também que, dentro do Poder Legislativo, há parlamentares que "possuem, inclusive, dificuldade de leitura". Assim, diz ele, não bastam boas intenções. O deputado entende que os poderes Executivo e Legislativo devem ser como o Judiciário, onde há exigência de nível superior. A diferença se daria apenas no tipo de diploma: para ser candidato, seria válido qualquer um, e não apenas o de Direito. De acordo com autor da PEC, é "fundamental que o Poder Executivo e o Poder Legislativo tornem-se um exemplo, com seus integrantes tendo um elevado nível formal de educação, de modo a inspirar a toda a sociedade".

Nos outros partidos, destacam-se alguns apoiadores. No PMDB, por exemplo, aparecem os nomes do líder do partido na Câmara, Leonardo Picciani (RJ), e do deputado Mauro Lopes (MG), que foi ministro da Aviação Civil por alguns dias este ano. O relator e o presidente da comissão que recomendou o impeachment de Dilma, respectivamente Jovair Arantes (PTB-GO) e Rogério Rosso (PSD-DF), também apoiam a PEC. Outro que colocou seu nome na proposta foi o primeiro-secretário da Câmara, Beto Mansur (PRB-SP).

Leva tempo para que uma PEC vire lei. Após ser apresentada, ela precisa ser apreciada pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) e, em seguida, por uma comissão especial formada só para isso. Depois, segue para o plenário da Câmara, onde precisa ser votada duas vezes, sempre tendo o apoio de pelo menos três quintos da casa, ou seja, 308 dos 513 deputados. Em seguida, vai para o Senado, onde passa por um processo parecido. Caso o Senado altere a PEC, ela volta para a Câmara, até que as duas casas finalmente concordem com o mesmo texto. Só depois disso ela pode ser promulgada pelo presidente do Senado e, enfim, virar lei.


Informações - Oglobo

terça-feira, 26 de abril de 2016

Veja o resultado preliminar do seletivo para contração de médicos em Paço do Lumiar.

A Prefeitura de Paço do Lumiar por meio da Secretaria Municipal de Saúde (SEMUS) divulgou, nesta segunda-feira (25), o resultado preliminar do Processo Seletivo para contratação temporária de médicos.

De acordo com o edital, foram classificados um total de 11 médicos, sendo 10 clínicos gerais e 1 psiquiatra.

Conforme a Comissão Técnica do Seletivo, os candidatos inscritos no Processo Seletivo 001/2016 poderão interpor recursos nos dias 26 e 27 de abril de 2016, conforme previsto no edital que trata da realização do certame, a serem entregues na SEMUS, localizada na Avenida 13 s/n°, Conjunto Maiobão, no horário das 9 às 14h.

Márcio Jerry destaca principais ações do Governo para o Maranhão.

O Secretário de Comunicação e Assuntos Políticos, Márcio Jerry, concedeu entrevista a emissoras de rádio e tv da capital maranhense, na manhã desta terça-feira (26), quando, durante o bate-papo com os apresentadores e interação com os ouvintes, destacou as principais ações do Governo do Estado durante um ano e quatro meses de gestão do governador Flávio Dino.

Ele lembrou que, em meio à grave crise econômica do país, Estados e municípios brasileiros têm sentido grandes impactos.

Ainda assim, o governador Flávio Dino tem conseguido dar passos largos, enfrentando problemas estruturais históricos no Maranhão. “Estamos fazendo aí um verdadeiro milagre de multiplicação do escassos recursos. Fazendo muito, gastando pouco, e fazendo muito em pouco tempo. Essa é a marca que o governador Flávio Dino tem conseguido imprimir nesses quase 16 meses de gestão do nosso Governo”, destacou Márcio Jerry.

Questionado sobre os investimentos e os frutos da parceria com a Prefeitura de São Luís, o secretário de Comunicação ressaltou que o prefeito Edivaldo enfrentou muitas dificuldades nos seus primeiros dois anos de mandato, em razão do boicote que era feito à época pelo Governo do Estado. “Com a posse do governador Flávio Dino, isso mudou e há muitas ações sendo realizadas, planejadas para São Luís, por meio desta parceria entre o Governo do Estado e a gestão municipal”, defendeu Márcio.

São muitas parcerias na área da infraestrutura urbana, da mobilidade urbana, da saúde, que são muito importantes para a cidade de São Luís”, relatou o secretário, listando programas como o ‘Mais Asfalto’, que tem levado pavimentação a diversos bairros da capital; as ‘Interbairros’, com intervenções no trânsito a fim de melhorar o tráfego nas principais vias; e as obras do Hospital da Criança, que garantirão atendimento de qualidade às crianças em São Luís.

Márcio Jerry ainda apontou investimentos importantes realizados por todo o Maranhão, como na área de abastecimento de água e saneamento, construção de estradas, pavimentação de rodovias e entrega de novos hospitais. “Nós temos uma situação histórica, que é realmente diferente do resto do país, com muita fragilidade no atendimento da saúde nos municípios e uma concentração disso nas grandes cidades, principalmente São Luís e Imperatriz”, diagnosticou.

Ele lembrou que o estado só contava com um Hospital Regional, o de Presidente Dutra, quando o governador Flávio Dino assumiu a gestão do Estado. “Agora, no nosso Governo, foram criados mais dois hospitais regionais, o de Pinheiro e o de Caxias, e estão em obras o de Imperatriz, Bacabal e Chapadinha. Enfim, isso vai fazer com que a gente tenha um suporte físico para continuar estruturando os chamados conglomerados regionais de saúde, que é organizar a saúde como preconiza o SUS”.

Ao finalizar a entrevista, o secretário de Comunicação e Assuntos Políticos fez uma avaliação deste pouco mais de um ano de administração do governador Flávio Dino. “Isso tudo nos dá, primeiro, uma tranqüilidade muito grande em dizer que o Maranhão, de fato, está no rumo certo, em boas, honestas e laboriosas mãos do governador Flávio Dino. Em segundo, isto faz com que a gente tenha esperança e otimismo quanto ao futuro. Aquilo que estamos fazendo agora, que o governador Flávio Dino nesse momento implementa, nos autoriza a saber que outros frutos irão aparecer", concluiu.

'Inaceitável que se defenda a tortura', diz pedido de cassação de Bolsonaro.

Nesta segunda, OAB-RJ protocola documento que foi obtido pelo G1. Em outro ofício, Ordem cita apologia ao crime após elogio ao coronel Ustra

A OAB-RJ protocola, nesta segunda-feira (25), o pedido de cassação do mandato do deputado federal Jair Bolsonaro (PSC) por quebra de decoro parlamentar no Conselho de Ética da Câmara dos Deputados. O ofício se baseia no elogio ao primeiro militar reconhecido pela Justiça brasileira como torturador, Carlos Alberto Brilhante Ustra, durante o voto de Bolsonaro pelo impeachment da presidente da República, Dilma Rousseff, no dia 17.

Ustra, que morreu aos 83 anos em 2015, foi apontado como algoz por dezenas de perseguidos políticos. Um deles, o hoje vereador Gilberto Natalini (PV-SP) disse à "BBC": "Enquanto me dava choques, ele me batia com cipó e gritava".

O G1 obteve o ofício feito pela OAB, que traz relatos da ditadura militar como um período que "os brasileiros gostariam que nunca tivesse existido na história deste país" e trata a repressão contra a população civil como "sanguinária".

"É inaceitável que se defenda a tortura", diz o texto assinado por Felipe Santa Cruz, presidente da OAB-RJ; Fábio Nogueira Fernandes, procurador-geral da OAB-RJ; Thiago Gomes Morani, subprocurador-Geral da OAB/RJ; e Luciano Bandeira Arantes Presidente da Comissão de Defesa, Assistência e Prerrogativas.

Através de sua assessoria de imprensa, o deputado federal Jair Bolsonaro informou que vai esperar o texto ser protocolado para se pronunciar.

Apologia ao crime
Um outro documento foi entregue pela secional fluminense da Ordem à Procuradoria Geral da República (PGR) também nesta segunda. O texto acusa o parlamentar de apologia ao crime por "fazer, publicamente, apologia de fato criminoso ou de autor de crime".

Bolsonaro espera ofício ser protocolado para se pronunciar (Gustavo Lima/Câmara dos Deputados)

Como Bolsonaro tem imunidade parlamentar, a ação penal teria que partir do Procurador-Geral da República, Rodrigo Janot. Caberá a ele levá-la adiante ou não.

"Não há se falar, também, em imunidade do parlamentar. O mandato outorgado pelo povo brasileiro não autoriza o parlamentar a cometer crimes de ódio e fazer apologia contra a ordem democrática", conclui o texto da Ordem.

Em seu voto a favor do impeachment, no domingo (17), Jair Bolsonaro citou também as Forças Armadas e o comunismo.

"Perderam em 1964, perderam agora em 2016. Pela família e pela inocência das crianças em sala de aula, o que o PT nunca teve. Contra o comunismo, pela nossa liberdade, contra o Foro de São Paulo, pela memória do coronel Carlos Alberto Brilhante Ustra, o pavor de Dilma Rousseff, pelo exército de Caxias, pelas nossas Forças Armadas, por um Brasil acima de tudo e por Deus acima de todos, o meu voto é sim

Neste domingo (24), o Fantástico ouviu três dos presos políticos que acusaram Ustra à Comissão da Verdade. Segundo o Ministério Público, 47 pessoas desapareceram entre 1970 e 1974 — período no qual o coronel comandou o DOI-Codi de São Paulo.


Polícia Civil do Maranhão lança aplicativo “ByZu” contra o crime.

Aplicativo lançado pela Polícia Civil intensificará atuação policial por meio de denúncias anônimas
A Polícia Civil, por meio da Delegacia Geral do Maranhão e da Superintendência de Polícia Civil da Capital – SPCC, lançou oficialmente na tarde desta terça-feira (26) o aplicativo “ByZu”, desenvolvido para auxiliar as investigações relacionadas ao tráfico de drogas, porte ilegal de armas de fogo e para auxiliar na localização de foragidos da Justiça e autores de crimes.

O objetivo principal do aplicativo é o recebimento de denúncias anônimas, que serão analisadas por uma equipe especializada. Após a avaliação das denúncias, elas serão encaminhadas a delegacias especializadas para a continuidade das investigações. 

O ByZu pretende, também, intensificar a aproximação da Polícia com a sociedade, dizem os idealizadores do aplicativo, delegado Alessandro Barreto e o agente Mardem Lincow, que pertencem à Polícia Civil do Piauí. O superintendente de Polícia Civil da Capital, delegado Armando Pacheco, explica que são muitos os esforços da gestão para aproximar a Polícia da sociedade e aumentar a produtividade da corporação e a segurança dos cidadãos.

Quando temos informações repassadas por pessoas que residem no local de onde parte a acusação, temos a otimização do nosso tempo, pois as investigações partem daquela denúncia, averiguamos o autor, que tipo de crime, e, assim, quando chegamos até o fato, torna-se mais rápido o procedimento”, disse ele.

Além de intensificar as ações de inteligência, a aquisição de equipamentos e a progressiva reestruturação de equipes policiais, com expansão do número de policiais, o superintendente destaca que a Polícia Civil tem investido no uso da tecnologia para garantir resultados ainda mais expressivos.

Estamos com uma melhor gestão do sistema de Segurança Pública. A aplicação de conceitos de gestão nunca tinha sido feita antes da gestão do governador Flávio Dino: hoje nós trabalhamos com estatísticas, remanejamos efetivo, direcionamos forças baseados nos crimes que mais assolam no momento”, comenta o delegado, destacando que o ByZu proporciona à população do Maranhão um canal de comunicação a mais com a Polícia, o que ajudará na identificação de criminosos que atuam na capital e no interior. O sistema operacional está disponível para o Android, e, em breve, também estará disponível para o sistema IOS.

Denúncias por WhatsApp
O aplicativo lançado nesta terça-feira (26) não é a única ferramenta utilizada pela Polícia Civil para, com denúncias anônimas, intensificar as ações de segurança. No início do mês de abril, a Polícia Civil, por meio da Delegacia Geral e da Superintendência Estadual de Repressão ao Narcotráfico (Senarc), lançou o ‘Senarc no Combate às Drogas’ canal do aplicativo WhatsApp que está intensificando o combate às drogas.

Por meio do número telefônico (98) 9.9163-4899, a Senarc disponibiliza serviço de coleta de informações através do WhatsApp, visando combater o tráfico de drogas em todo o estado. O serviço funciona 24 horas por dia e tem sigilo absoluto, sendo totalmente confiável. A partir das informações repassadas, é iniciado um serviço de investigação e monitoramento, garantindo uma resposta satisfatória para a população.

Tucano é confirmado como relator do impeachment de Dilma.

Antonio Anastasia deve entregar relatório até 4 de maio; votação que deve afastar Dilma pode ocorrer em 11 de maio

A comissão especial que vai analisar a admissibilidade do pedido de impeachment da presidenta Dilma Rousseff no Senado elegeu nesta terça-feira 26 o senador Antonio Anastasia (PSDB-MG) para o cargo de relator. O tucano, que teve seu nome aprovado por 16 votos contra 5, deverá apresentar seu relatório no dia 4 de maio.

A previsão é que o parecer seja votado pela comissão no dia 6 e pelo plenário no dia 11 de maio, quando precisará de maioria simples (metade dos votos mais um) para ser aprovado. Se o plenário admitir a continuidade do processo, a presidenta Dilma será afastada por até 180 dias, e o vice-presidente Michel Temer (PMDB) assumirá o governo interinamente.

Anastasia foi indicado pelo bloco parlamentar PSDB-DEM-PV, mas seu nome foi rejeitado por senadores do PT e da base governista, que afirmaram que o tucano não teria a isenção necessária para conduzir o processo.

De acordo com o senador Lindbergh Farias (PT-RJ), a indicação do tucano foi uma “provocação”. O petista lembrou que a sessão em que a Câmara dos Deputados autorizou o seguimento do processo de impeachment foi um “festival de horrores” e afirmou que o Senado não poderia cometer os mesmos erros. “A partir de agora nos somos juízes”, disse Farias.

Ao assumir a relatoria do processo, Anastasia disse que Deus lhe deu serenidade para conduzir os trabalhos. “Queria agradecer a confiança dos meus pares e queria fazer referência a uma frase do ex-presidente Juscelino Kubitschek, que uma vez disse que Deus o poupou do sentimento do medo. Eu quero parafraseá-lo e dizer: Deus me concedeu o dom da serenidade", afirmou.

A presidência da comissão ficou para o senador Raimundo Lira (PMDB-PB).

segunda-feira, 25 de abril de 2016

Presidente Nacional do PP dá autonomia para Fernando Muniz em Paço do Lumiar.

O ex - vereador Fernando Muniz e Marcos Muniz foram recebidos na residência do Senador Ciro Nogueira

Ciro Nogueira confirmou a autonomia de Fernando Muniz e Marcos Muniz na condução do PP 


Apesar da recente mudança na executiva estadual do PP – Partido Progressista no Maranhão, que tem agora o deputado federal André Fufuca como novo presidente do diretório estadual, o ex-vereador Fernando Muniz, que estar no comando da legenda em Paço do Lumiar, não vai receber nenhum tipo de retaliação por parte da executiva estadual da legenda. A garantia foi dada neste final de semana, pelo presidente nacional do partido, o Senador Ciro Nogueira, durante um encontro em sua residência com o ex – vereador Fernando Muniz e seu irmão Marcos Muniz na cidade de Teresina.

O presidente nacional do PP é amigo de longas datas da família Muniz, e após a mudança na direção estadual do partido, tratou logo de confirmar a autonomia do ex – vereador Fernando Muniz e seu irmão Marcos Muniz na condução da agremiação no município.

O Senador Ciro Nogueira ressaltou que, Fernando Muniz e Marcos Muniz, tem total autonomia para dizer como o partido vai caminhar em Paço do Lumiar nas eleições deste ano.


MUNICIPAL - PAÇO DO LUMIAR / MA
PARTIDO PROGRESSISTA - 11
Diretório
Dados da Composição
Início da vigência:19/03/2016Fim da vigência:19/03/2018
CNPJ:

Vigente
Data da Constituição:Anotado
Nº do Protocolo:102012016Data do Protocolo:28/03/2016Data da decisão/despacho:30/03/2016
Endereço:
Logradouro:RUA 22, QUADRA 06, Nº 12Complemento:
Bairro:MAIOBÃO
CEP:65.130-000
Telefones:98988179482Celular:
Fax:
E-mail:pppacodolumiar@gmail.comMunícipio:PAÇO DO LUMIAR
Site:
Informações
Certidão da Composição
Membros ativos
Membros
NomeCargoResp. Adm.Resp. Fin.InícioFimSituação
EDSON DOS SANTOS MENDESPRESIDENTE - DO CONSELHO CONSULTIVO
-
-
19/03/201619/03/2018ATIVO
MONALIZA MAIA DE CASTROPRESIDENTE - DO CONSELHO DE ÉTICA
-
-
19/03/201619/03/2018ATIVO
ZACARIAS PASSOS DOS SANTOSPRESIDENTE - DO CONSELHO FISCAL
-
-
19/03/201619/03/2018ATIVO
CRISTIANE ARAGÃO MACHADOTESOUREIRO DA COMISSÃO EXECUTIVA - GERAL (MEMBRO)
-
-
19/03/201619/03/2018ATIVO
FERNANDO ANTONIO BRAGA MUNIZPRESIDENTE DA COMISSÃO EXECUTIVA - (MEMBRO)
-
-
19/03/201619/03/2018ATIVO
KARLIZÂNGELA MALHEIROS PEREIRAVICE-PRESIDENTE DA COMISSÃO EXECUTIVA - (MEMBRO)
-
-
19/03/201619/03/2018ATIVO
MARCELO CAETANO BRAGA MUNIZSECRETÁRIO GERAL DA COMISSÃO EXECUTIVA - (MEMBRO)
-
-
19/03/201619/03/2018ATIVO
JOSÉ PAULINO DE SOUSA NETOVOGAL DA COMISSÃO EXECUTIVA - (REPRESENTANTE NA CÂMARA)
-
-
19/03/201619/03/2018ATIVO
JOYCE SALES SOUSAVOGAL DA COMISSÃO EXECUTIVA - (REPRESENTANTE PP JOVEM)
-
-
19/03/201619/03/2018ATIVO
IZABEL SOUSA ARAÚJO VIEIRAMEMBRO DA COMISSÃO EXECUTIVA - (REPRESENTANTE PP MULHER)
-
-
19/03/201619/03/2018ATIVO
FERNANDO ANTONIO BRAGA MUNIZ1º - MEMBRO - DELEGADO
-
-
19/03/201619/03/2018ATIVO
RAIMUNDO CARLOS CRUZ SILVA1º - SUPLENTE - DO CONSELHO CONSULTIVO
-
-
19/03/201619/03/2018ATIVO
JOSE AUGUSTO VIEIRA1º - SUPLENTE - DO CONSELHO DE ÉTICA
-
19/03/201619/03/2018ATIVO
PAULINO DO ESPIRITO SANTOS FILHO1º - SUPLENTE - DO CONSELHO DE ÉTICA
-
-
19/03/201619/03/2018ATIVO
EDY ARLEN CARVALHO MAGALHÃES1º - SUPLENTE - DO CONSELHO FISCAL
-
-
19/03/201619/03/2018ATIVO
BETANIA CRISTINA PASSINHO RABELO1º - VOGAL DA COMISSÃO EXECUTIVA - (MEMBRO)
-
-
19/03/201619/03/2018ATIVO
CLEILSON PESSOA ROCHA1º - TESOUREIRO DA COMISSÃO EXECUTIVA - (MEMBRO)
-
-
19/03/201619/03/2018ATIVO
ISABEL SOUSA ARAÚJO VIEIRA FILHA1º - SUPLENTE DA COMISSÃO EXECUTIVA - (MEMBRO)
-
-
19/03/201619/03/2018ATIVO
ROSYARA SILVA CORREA MUNIZ1º - SECRETÁRIO DA COMISSÃO EXECUTIVA - (MEMBRO)
-
-
19/03/201619/03/2018ATIVO
MARCELO CAETANO BRAGA MUNIZ2º - MEMBRO - DELEGADO
-
-
19/03/201619/03/2018ATIVO
ROMANA MARTIR DOS SANTOS2º - SUPLENTE - DO CONSELHO CONSULTIVO
-
-
19/03/201619/03/2018ATIVO
AURIMAR BORGES ALMEIDA2º - SUPLENTE - DO CONSELHO FISCAL
-
-
19/03/201619/03/2018ATIVO
LUCIO MAURO DE SOUZA REIS2º - SUPLENTE DA COMISSÃO EXECUTIVA - (MEMBRO)
-
-
19/03/201619/03/2018ATIVO
MARIA DO PERPETUO SOCORRO OLIVEIRA2º - VOGAL DA COMISSÃO EXECUTIVA - (MEMBRO)
-
-
19/03/201619/03/2018ATIVO
Quantidade de Membros: 24